Avisos

Culto Mensal de Ação de Graças – 01/2008

Significado das Oferendas

Através das oferendas, simbolizadas por alimentos, dados a nós pela Grande Natureza, provenientes da montanha, do campo, do rio e do mar, expressamos afetuosamente o nosso mais sincero sentimento de gratidão a Deus.

Esta cerimônia evidencia também a real importância do valor da vida e da Luz de Deus, a autêntica essência da energia espiritual, que nos sutenta, protege e eleva.

Objetivo

O culto mensal de Ação de Graças do Templo Luz do Oriente é oficiado no primeiro domingo de cada mês, em agradecimento pelas dádivas que diariamente recebemos.

É também a oportunidade para pedirmos a Deus e Meishu Sama força e coragem a fim de podermos dedicar-nos com amor à concretização do Plano de Deus na Terra, tornando-nos instrumentos cada vez mais puros de canalização do Johrei.

A intensidade da Luz que envolve nossas almas, neste dia, tem um poder infinitamente amplo manifestado em sublimes vibrações de harmonia, verdade e justiça.

É pois, muito importante, nesta data, a participação devota e irrestrita de todos os membros e frequentadores.

Fotos

Salmo

Miroku Ookami

Ito takaki
mikura wo ato ni misukui no
tame ni Miroku wa geshoo shimaseri2.

 

Hi to mizu no
dai senrei ni uchi3 kiyome
chijootengoku4 tatsuru toki kinu.

 

Bannin no
sairin machishi5 Kirisuto mo
Meshiya mo Miroku mo onaji6 Kami naru.

 

1 misukui – lê-se / missukui /
2 shimaseri – lê-se /shimasseri /
3 uchi – lê-se / utchi /
4 chijootengoku – lê-se / tchidjootengoku /
5 machishi – lê-se / matchishi /
6 oanji – lê-se / onadji /

 

 

Deus Supremo

Seu altíssimo
trono deixando para trás, Deus Miroku
desceu, trazendo a este mundo a salvação.

 

Após a limpeza
pelo grande Batismo de Água e Fogo,
virá o tempo da construção do Reino do Céu.

 

Sabei, todos vós
que esperais a segunda vinda de Cristo:
Messias e Miroku são a mesma divindade.

Ensinamento

O Código de Sakiyamuni

 

Oficiante: Bodhisattva Kannon, depois de se transformar em Koomyoo Nyorai, manifestou-se como Miroku, com um poder trino: de fogo, de água e de terra.

Todos: Conforme já falei antes, a Luz resulta da união do fogo e da água. Entretanto, somente a junção desses dois elementos limitaria o trabalho de Kannon, deixando-o restrito ao espírito. Com o acréscimo da terra* , entra também a ação do corpo físico e, como conseqüência, manifesta-se aquele poder trino representado pela Bola de Luz denominada “mani”, cujo significado é “força capaz de realizar todas as vontades”** .

Oficiante: Miroku pode, por isso, ser entendido como cinco, seis, sete (5, 6, 7) em que cinco (5) corresponde a fogo, seis (6) a água e sete (7) a terra.

Todos: Com base nessa mesma interpretação, dá para deduzir também o significado profundo da profecia de Sakiyamuni, ao dizer que o Reino de Miroku começaria 5 bilhões e 670 milhões de anos após a sua morte. Embora fosse um grande profeta, seria impossível a Sakiyamuni profetizar um futuro astronômico de tantos bilhões de anos, nem teria sentido lógico, pois as profecias, na realidade, só têm valor para, no máximo, alguns milhares de anos.

Oficiante: Portanto, o que conta, de fato, nessa seqüência é a ordem correta em que os números estão colocados, e o segredo que escondem. Na verdade, cinco, seis, sete (5, 6, 7) significam fogo, água e terra, ou seja, a presença de Ooshin Miroku que está constantemente mudando, de acordo com as circunstâncias. Daí a razão de, a partir de agora, poderem ser observadas milhares de transformações.

Todos: Ainda sobre o número cinco, seis, sete (5, 6, 7), quero acrescentar que podem ser substituídos por três, seis, nove (3, 6, 9). Ambas as sucessões, quando somadas, equivalem a dezoito (18) que, por sua vez, é composto de dez (10), representado, em japonês, pelo símbolo (cruzamento), mais oito (8) — (expansão).

 

Nota do Tradutor:

Meishu Sama descobriu que Sakiyamuni, Fundador do Budismo, escondeu em seu sutra um código secreto, ao se referir em sua profecia que o Reino de Miroku começaria após 5 bilhões e 670 milhões de anos de sua morte. Na verdade, estava ocultando a simbologia numérica de 5, 6, 7 — cuja soma equivale ao número de Miroku.

_________________________________________________________

*Esse elemento terra é representado pelo corpo de Meishu Sama.
**ver A Arte do Johrei, página 21.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

Meishu Sama

Johrei

Aulas do Reverendo Nakahashi

Templo Luz do Oriente

Construção da Torre de Miroku