Avisos

Culto Mensal de Ação de Graças – 05/2008

Significado das Oferendas

Através das oferendas, simbolizadas por alimentos, dados a nós pela Grande Natureza, provenientes da montanha, do campo, do rio e do mar, expressamos afetuosamente o nosso mais sincero sentimento de gratidão a Deus.

Esta cerimônia evidencia também a real importância do valor da vida e da Luz de Deus, a autêntica essência da energia espiritual, que nos sutenta, protege e eleva.

Objetivo

O culto mensal de Ação de Graças do Templo Luz do Oriente é oficiado no primeiro domingo de cada mês, em agradecimento pelas dádivas que diariamente recebemos.

É também a oportunidade para pedirmos a Deus e Meishu Sama força e coragem a fim de podermos dedicar-nos com amor à concretização do Plano de Deus na Terra, tornando-nos instrumentos cada vez mais puros de canalização do Johrei.

A intensidade da Luz que envolve nossas almas, neste dia, tem um poder infinitamente amplo manifestado em sublimes vibrações de harmonia, verdade e justiça.

É pois, muito importante, nesta data, a participação devota e irrestrita de todos os membros e frequentadores.

Fotos

Salmo

Taiyoo no Kokuten

Taiyoo no
kokuten koso wa Su no Kami no
tootoki mitama to shireyo yonohito.

 

Taiyoo no
kokuten koso wa tootoku mo
su no chuushin2 no pochi3 nizo arikeru.

 

Daiuchuu4 no
tamashii koso wa taiyoo no
kokuten naru wo yobito ni oshiyuru.

 

1 koso – lê-se / kosso / 2 chuushin – lê-se / tchuushin /
3 pochi – lê-se / potchi / 4 daiuchuu – lê-se /daiutchuu /

 

 

Mancha Solar

Sabei, todos vós!
A mancha preta do Sol é, na verdade,
a inexprimível alma de Deus Supremo.

 

A atividade
solar, manifesta num sinal puro,
é o chon, o esplendoroso Centro divino.

 

Quero ensinar
aos homens tão inebriante Verdade:
está no Sol a alma do Grande Universo.

Ensinamento

Término do Shinsen Kyo em Hakone

15 de junho de 1953

 

Finalmente, foi concluída a construção do protótipo do Reino do Céu na Terra, e daí o motivo de hoje estarmos oficiando este Culto comemorativo. De fato, foi concretizado o Belo, dentro dos princípios da Verdade, da Virtude e da Beleza.

Como se pode observar, desde antigamente, as muitas religiões existentes pregaram a Verdade e a Virtude, contudo nenhuma delas cultuou a Beleza e, por isso, na realidade, não podem ser consideradas como pertencentes ao Reino do Céu. Também precisamos levar em conta que os tempos eram os do Mundo da Noite — período em que não havia possibilidades de se criar o Reino do Céu na Terra. Então, por esse motivo, faltou o Belo.

Conforme já falei várias vezes, esse modelo foi construído em Gora — vocábulo cujo kototama é composto por GO (fogo) e RA (espiral). Ao ser emitido, o som GO se expande, o que indica a continuidade do Fogo. Por outro lado, essa ampliação se pro¬cessa na forma de uma espiral que se movimenta no sentido dos ponteiros de um relógio e que, ao mesmo tempo, emite uma vibração espiritual cuja origem se encontra no mundo invisível. Na verdade, é um reiki do Sol, ou seja, é o mesmo que Espírito do Fogo.

 

A limpeza

Toda a área atingida pelo ritmo vibratório da espiral fica livre de qualquer impureza, portanto, dá-se o contrário de tudo o que ocorreu até agora, quando, no plano invisível, o movimento da espiral se realizava da direita para a esquerda, emitindo assim a vibração do Espírito da Lua — característica do Mundo da Noite. Daí a razão de terem sido permiti¬dos tantos erros e, até certo grau, também a própria presença do Mal.

Contudo, a partir deste momento está raiando a Era do Sol, cuja Luz é igual à do dia, razão pela qual nada pode permanecer oculto: todas as impurezas e erros se tornam perceptíveis, para daí então serem eliminados. É um fato deveras terrível, uma vez que tudo se tornará bem evidente, não havendo a menor possibilidade de algo permanecer encoberto. Entretanto, para os que cultivarem a pureza, esse será um dos mais extraordinários acontecimentos.

São tais ocorrências que, na verdade, constituem o Juízo Final. Então, a partir de agora, o mundo vai entrar em uma fase de julgamento, que se iniciará aos poucos, até que ocorra em definitivo, de forma bem visível. Em outras palavras, isso tudo corresponde a uma intensa ação purificadora, e quem conseguir ultrapassá-la sobreviverá dentro do ritmo de vibração da espiral do Espírito do Fogo. Mas os que tiverem muitas impurezas vão ser jogados para fora dela, pois o Mal será expelido, impreterivelmente. Portanto, só os bons irão permanecer e, dessa forma, é que a separação entre Bem e Mal se processará, de modo bem natural.

 

Objetivo da Messiânica

Outro não é senão criar seres humanos capazes de, tranqüilamente, permanecer dentro da espiral, sem a menor possibilidade de serem arremessados para fora dela, e acredito que nenhum de vocês vá ser expelido. Porém, se ficarem demasiadamente presunçosos ou interpretarem incorretamente os Ensinamentos, aí estarão correndo perigo e, por isso, que esse é um ponto que precisa ser muito bem cuidado.

Dentre vocês, haverá aqueles que enfrentarão esses acontecimentos, sem dificuldades. Outros, entretanto, já terão de passar por certos sofrimentos e, justamente, nesse aspecto é que o problema das doenças se torna bem acentuado. Mas à medida que ministrarem Johrei, irão constatar, pouco a pouco, a própria aceleração das purificações, inclusive vão perceber a rapidez das recuperações. Por outro lado, também ficará clara a impossibilidade de uma recuperação vir a ocorrer.

A partir de agora, alguns fatos terríveis vão acontecer, no entanto os que forem capazes de entendê-los conseguirão distinguir, rapidamente, o certo do errado. Vai se tornar muito mais fácil o discernimento sobre qualquer acontecimento, fato que concorrerá para sermos capazes de ultrapassá-los com tranqüilidade, se estivermos fazendo a leitura dos Ensinamentos. E a compreensão do verdadeiro significado desse instante decisivo vai ser a grande ajuda, para que seja enfrentado sem dificuldades.

No entanto, nada poderá ser levado em consideração, tomando-se por base a visão shojo da maioria das religiões existentes. Entretanto, não há a menor complexidade nisso, porque tudo é muito simples. Então, o ponto mais importante consiste em não se rotular os acontecimentos segundo o princípio shojo — tão característico do pensamento humano —, que cria suas próprias razões, aceitando-as como verdade incontestável, prática que acaba por nos levar a cometer graves erros.

Sobre esse aspecto, o Ofudesaki da Oomoto diz o seguinte: “o povo pensa ser bom aquilo que pratica. Existem, porém, muitos erros quando se olha algo pela visão de Deus”. Então, quando muitas vezes achamos que um determinado modo de agir é o correto, na verdade, estamos é atrapalhando o plano de Deus. E sempre que julgamos as nossas razões como verdadeiras, não estamos fazendo outra coisa senão vivenciando a própria presunção.

Na realidade, essa passagem do Ofudesaki não passa de um alerta para o perigo de interpretações errôneas dos Ensinamentos, em decorrência de pensamentos presunçosos. E tal passagem ainda diz mais: “o plano de Deus não pode ser entendido por meio da visão humana. E quando alguém achar impossível compreender alguma coisa, é porque já assimilou a Verdade”. Então, fiquem bem atentos ao lerem os Ensinamentos, porque em algum deles vocês sempre vão encontrar a resposta que estão buscando. E se agirem com discernimento, ficará bem fácil chegarem a descobri-la.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

Meishu Sama

Johrei

Aulas do Reverendo Nakahashi

Templo Luz do Oriente

Construção da Torre de Miroku