Avisos

Culto Especial do Natalício de Meishu Sama

Sobre Meishu Sama

Meishu Sama (o Senhor da Luz, em japonês) nasceu no dia 23 de dezembro de 1882 em Tóquio, capital do Japão, num bairro chamado Hashiba. Tanto a data quanto o local de seu nascimento estão, do ponto de vista espiritual, estritamente relacionados à missão que deveria desempenhar durante a sua vida terrena, como propagador da Luz do Oriente, através da divulgação dos Sagrados Ensinamentos que lhe foram revelados por Deus, visando à salvação da humanidade.

Por ter nascido num dos bairros mais orientais de Tóquio, cidade também situada bem ao Leste do Japão, o país do Sol Nascente, que, por sua vez, está localizado no extremo Oriente do Globo Terrestre, já é um sinal de que seria o percussor das mudanças da Noite para o Dia. Tal transformação ocorrerá quando, após o milenar reinado das trevas, a Luz de uma Nova Era despontar no horizonte. Por outro lado, é também em 23 de dezembro que, no Hemisfério Norte, os dias começam a ficar mais longos do que as noites e a Luz ganha terreno sobre as trevas.

Ademais, para nós, esta data representa um momento significativo de valor máximo, porque se comemora o Natalício de Meishu Sama, o Senhor da Luz.

 

Salmo de Meishu Sama

 

Meshiya

 

Taiboo no

Meshiya umarenu keishoo wo

hita uchi narashi yobito samasan.

 

Dai Meshiya no

mina wa saigo no yo wo sukuu

tootoki mina nari kokoro seyokashi.

 

Banmin no

nayami kurushimi hate mo naki

yozo sukuwan to Meshiya amorinu.

 

Banmin no

inochi wo sukuu miwaza koso

koyo naki tootoki mono nizo arikeru.

 

Kannon no

koromo wo kanaguri sute tamai

Meshiya to aruru ooi naru toki.

 

 

Messias

 

Estridentemente,

batendo sem parar, sinos anunciam

o tão esperado nascimento do Messias.

 

Abre teu coração!

A salvação, no Fim do Mundo, virá,

pelo respeitoso nome do Grande Messias.

 

O Messias desceu

do Céu, para tirar a humanidade

de dolorosa e interminável agonia.

 

Nenhum trabalho

existe igual, nem mais grandioso

que este, para a salvação da vida humana.

 

Na gloriosoa

hora, Kannon tira e joga o manto.

A seguir, aparece como o Senhor Messias.

 

 

Ensinamento de Meishu Sama

“ Felicidade evidente”, publicado no livro: “Evangelho do Céu III – Reino Divino”,  p. 214; Lux Oriens Editora.

 

Fotos

 

O culto contou com a presença da soprano Tati Helene e do pianista Vitor Philomeno, que durante a cerimônia apresentaram as músicas ” Mabito”, “Meishu Sama” e ” Kansha Hoon”, presentes no CD ” Canto Messiânico” . Este CD é composto por salmos de Meishu Sama musicados pelo maestro Oswaldo Mori.

Após o Culto, a dupla apresentou um mini concerto de  sete canções do ciclo “Canções de Amor” de Cláudio Santoro sobre poemas de Vinícios de Moraes.

Foram elas: “Ouve o silêncio”,“Acalanto da Rosa”, “Amor que partiu”, “Balada da flor da terra”,“Em algum lugar”,“Amor em lágrimas” e “Luar do meu bem”.

Excelentes artistas para um dia tão especial!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

Meishu Sama

Johrei

Aulas do Reverendo Nakahashi

Templo Luz do Oriente

Construção da Torre de Miroku