» » » Ensinamentos de Meishu Sama: Origem da corrupção

Ensinamentos de Meishu Sama: Origem da corrupção

postado em: Ensinamentos | 0

– Origem da corrupção –

“Nos últimos tempos, conforme todos já puderam observar, têm surgido muitos casos de corrupção, um atrás do outro, como se fossem ramas de batata-doce que, quando puxadas por uma das pontas, vão arrancando os tubérculos que nelas se encontram entrelaçados. E notícias desse gênero deixam as pessoas cansadas e aborrecidas. Inclusive, é até provável que jamais tantos casos de corrupção tenham vindo à tona, de uma só vez. Mas éóbvio que, através de julgamentos rigorosos da justiça, um dia, tudo será esclarecido, será posto o preto no branco.

Entretanto, nessa questão da corrupção, o ponto mais importante a ser considerado é que não basta somente a ação implacável da justiça contra esses escândalos todos, que já se tornaram rotineiros há muito tempo. Embora, quando descobertos, sejam eliminados, não há possibilidades de se debelar definitivamente a desonestidade, porque faz-se necessário que o mal seja cortado pela raiz. Essa onda de perversidade assemelha-se a germes que proliferam no lixo e, por isso, é necessário, primeiro, que toda a sujeira seja eliminada. Fora esse procedimento, não se encontrará uma solução definitiva para o problema, inclusive tenho certeza de que o desejo de todos os povos é que haja um trabalho concreto nesse sentido.

A maior dificuldade, contudo, encontra-se no desconhecimento da verdadeira causa da corrupção. Para combatê-la, é preciso saber que o ponto de partida acha-se exatamente na ideia — aliás odiada pelos materialistas — de que Deus existe. De fato, a causa do surgimento de tantos casos de perversão se encontra no raciocínio inverso, ou seja: no ateísmo, que leva os homens a pensar que poderão praticar qualquer tipo de maldade, desde que ninguém perceba. (…)”

Meishu Sama – Caminho da Felicidade, p. 95 – Lux Oriens Editora

Deixe uma resposta