» » Culto Mensal de Ação de Graças – 1º de maio de 2016

Culto Mensal de Ação de Graças – 1º de maio de 2016

Culto realizado todo 1º domingo do mês

 

Significado das Oferendas

Através das oferendas, simbolizadas por alimentos, dados a nós pela Grande Natureza, provenientes da montanha, do campo, do rio e do mar, expressamos afetuosamente o nosso mais sincero sentimento de gratidão a Deus.

Esta cerimônia evidencia também a real importância do valor da vida e da Luz de Deus, a autêntica essência da energia espiritual, que nos sustenta, protege e eleva.

 

Objetivo

O Culto Mensal de Ação de Graças do Templo Luz do Oriente é oficiado no primeiro domingo de cada mês, em agradecimento pelas dádivas que diariamente recebemos.

É também a oportunidade para pedirmos a Deus e Meishu Sama força e coragem a fim de podermos dedicar-nos com amor à concretização do Plano de Deus na Terra, tornando-nos instrumentos cada vez mais puros de canalização do Johrei.

A intensidade da Luz que envolve nossas almas, neste dia, tem um poder infinitamente amplo manifestado em sublimes vibrações de harmonia, verdade e justiça.

É pois, muito importante, nesta data, a participação devota e irrestrita de todos os membros e frequentadores.

 

Ensinamento de Meishu Sama

Chave para a expansão”, publicado no livro: “O Caminho da Felicidade”, p. 175 – Lux Oriens Editora

 

Salmo de Meishu Sama

 

Hito no michi

 

Michi no tame

yo no tame hito no tame no mi wo

tokijiku omou hitozo tootoki.

 

 

Oyoso yo ni

tsuyoki wa onore wo uchi wasure

tadashiki michi wo tsuranuku hito nari.

 

 

Samoshiki wa

ono ga tegara wo morobito ni

shimesan to suru kokoro nizo aru.

 

 

Shishin naku

tadashiki michi wo mamorinaba

oomimegumi wo yuta ni uku nari.

 

 

Nanigoto mo

hodo no ichiji wo mamorinaba

tayasu karubeki kono yo narikeri.

 

 

 

Caminho do homem

Precioso é

o homem que, em primeiro lugar, pensa

no caminho e sempre quer ajudar o mundo.

 

 

O homem forte

é aquele que se esquece de si mesmo

e percorre o caminho correto até o fim.

 

 

Querendo mostrar

ao mundo apenas as próprias façanhas,

o coração humano torna-se miserável.

 

 

Recebe graças

abundantes quem segue o reto caminho,

nunca pensando em interesses pessoais.

 

 

Facilidade

em todas as situações, neste mundo,

haveria, seguindo-se o caminho do meio.

Palestra

 

Fotos

Deixe uma resposta